Portal Cultural

Home
Voltar

Everton Luiz

Natural de Macaúbas – BA, ingressou aos 11 anos na Filarmônica Nossa Senhora da Imaculada Conceição da cidade de Macaúbas - BA, onde permaneceu como flautista e clarinetista até os 15 anos. Participou nesta mesma cidade, como flautista, saxofonista e violonista de alguns grupos de música popular. É formado em Educação Musical – habilitação em flauta transversal pela Universidade Federal de Goiás onde foi aluno dos professores Sérgio Barrenechea, Luis Carlos Furtado e Norton Morozowicz e é Mestre em Música – Música, Cultura e Sociedade pela mesma instituição, sob orientação da Profª Drª Magda Clímaco.

 


Atualmente é spalla da Orquestra de Sopros e Percussão do Cerrado e integrante da Banda Pequi, atuando como 1º sax tenor e flautista. Já estudou com músicos renomados como Luis Otávio Braga, Joel Nascimento, Wendell Dobbs (EUA), dentre outros. Venceu o concurso para solista da Orquestra Jean Doulliez e foi terceiro lugar no concurso Jovens Talentos da UFG. Tocou com nomes como: Nelson Faria, Arismar do Espírito Santo, Leila Pinheiro, Toninho Horta, Elza Soares, Gilson Peranzzetta, dentre outros. Foi integrante da Orquestra Jovem de Goiás durante 5 anos, tendo atuado como primeiro flautista durante maior parte desse período. Foi professor de flauta no Festival de Música de Anápolis em 2012. Atua constantemente no cenário do samba, choro, orquestras e música de câmara, além de participar de diversos congressos de pesquisa em música seja publicando artigos ou como ouvinte. Atualmente está gravando o disco do grupo “Choro in Trio”, formado pelos músicos: Everton Luiz, Diego Amaral e Julio Lemos, disco este que faz homenagem ao compositor goiano Alessandro Branco. É também professor efetivo do Estado de Goiás. 

 

 

Informações disponibilizadas pelo próprio artista.

 


e-1-817111517.jpg
everton-luiz-14143181-01815122.jpg